FARMAIS DE DRACENA

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

EM REUNIÃO É DEBATIDO PROJETO DE 300 CASAS POPULARES

A Prefeitura de Dracena, através da Secretaria Municipal de Obras, Infraestrutura Urbana, Assuntos Viários, Indústria, Comércio e Habitação, recebeu a visita de representantes das empresas de Presidente Prudente, Martinez Projetos e Construções e também da Caires Engenharia, responsáveis pela elaboração do projeto das 300 casas populares, na saída para Jamaica.
Os engenheiros Antônio de Souza, Bruno Gabriel Guzzo Martinez e Wendel Fonseca se reuniram com o secretário da pasta, Moacir Shoiti Kanezawa, e também com o diretor de Indústria e Comércio, José Marcos Tanganini; diretor de Habitação, Divanir Ledo dos Santos; e a agente de Desenvolvimento, Elisabete Mitiko Kawashi.
Na ocasião, o engenheiro Antônio de Souza, da Martinez Projetos e Construções, falou sobre o andamento do projeto e apresentou um breve relatório da área a ser construída, localizada no início da rodovia Byron de Azevedo Nogueira.
O espaço de 12 alqueires foi adquirido pela Prefeitura no final do ano de 2013, mas a demora na elaboração do projeto de construção dos imóveis acabou atrasando o andamento das obras e prejudicando os futuros moradores. Reconhecendo a necessidade dos munícipes, o prefeito Juliano Brito Bertolini, juntamente com o Secretário Shoiti e diretores, priorizou em sua gestão, a retomada imediata do projeto das casas.
Ainda foram mencionados na reunião os projetos para as casas populares nos distritos de Jamaica e Jaciporã, irão receber 50 e 52 moradias, respectivamente, mas deverão sofrer algumas adequações referentes a questão de saneamento básico.
“Agradeço a presença dos engenheiros, que se deslocaram de Presidente Prudente até Dracena para nos atender, e gostaria de ressaltar que o prefeito Juliano e toda minha equipe estamos empenhados em resolver as pendências e agilizar os processos para a entrega das casas populares aos dracenenses”, declarou o Secretário de Obras, Infraestrutura Urbana, Assuntos Viários, Indústria, Comércio e Habitação, Shoiti Kanezawa.
Após a finalização do projeto, o mesmo será encaminhado à Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), que dará início ao processo licitatório para a contratação da empreiteira que irá realizar as obras.

FOTO: Assessoria de Comunicação


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, identificando seu nome.