FARMAIS DE DRACENA

quarta-feira, 19 de julho de 2017

CONFIRA INFORMAÇÕES SOBRE A VISITA DO GENERAL JUAREZ CUNHA A DRACENA



A visita do general Juarez Aparecido de Paula Cunha ao Tiro de Guerra de Dracena foi o destaque desta quarta-feira. Natural de Dracena, Cunha é o militar do Exército com mais tempo de carreira na atualidade. Ele está na instituição desde 1969 e vai para a reserva em março de 2018. Atualmente, o general de quatro estrelas comanda o Departamento de Ciência e Tecnologia em Brasília.
O general Juarez chegou ao TG às 8h10 acompanhado da esposa Maria Solange e de familiares de Adamantina, onde passou a semana. Recebido por autoridades, o militar participou da formatura do TG, contando com leitura do seu currículo pelo sargento Benício Júnior, discursos do prefeito Juliano Bertolini e do deputado Reinaldo Alguz. Houve homenagens ao general e sua esposa. O prefeito narrou a grande participação dos atiradores na recuperação de telhados de residências e socorro a famílias atingidas pela chuva de granizo de 19 de maio.
Em sua fala, o general falou sua infância em Dracena e de sua carreira no Exército. A autoridade ficou bastante agradecida pela recepção. Também estiveram no evento o tenente-coronel Erick Vaz de Castro, comandante das Seções dos Tiros de Guerra de São Paulo, representando o general João Campos e o vereador Milton Polon. O ex-prefeito Célio Rejani representou a Faculdade Reges juntamente com o diretor Fábio Holmes Lins. Vários representantes de TGs da região estiveram na solenidade. Os atiradores ainda contaram no desfile com os garotos que foram o pelotão mirim em implantação na unidade.

INFÂNCIA EM DRACENA – Natural de Guaraciaba e filho de agricultores, Juarez Cunha foi registrado em Dracena, onde passou os primeiros cinco anos de sua infância, entre 1953 e 1958. Ele lembrou que residia numa casa perto da atual Praça Arthur Pagnozzi e que frequentava as Casas Pernambucanas, que ficavam na esquina da Avenida Presidente Roosevelt com a Avenida José Bonifácio. Ele também lembrou que acompanhava as obras de implantação da linha férrea naquele período.
O avô ficou doente em Marília e a família de Juarez foi para aquela cidade. Depois, em Adamantina, iniciou seus estudos. A ida para o Exército se deu por volta de 1969. Cunha viu um anúncio do Exército num jornal jogado na rua e se interessou pelo concurso realizado para vagas em Campinas. Depois conseguiu entrar na Academia Militar das Agulhas Negras no Rio de Janeiro e passou por várias unidades no país e nos Estados Unidos.
O general comentou que não tinha vindo mais a Dracena e ficou feliz com a oportunidade de retornar, revendo a cidade e fazendo novos amigos. Ele afirmou que se sentia como filho pródigo. Afirmou que tem muito orgulho de ser oriundo do interior de São Paulo.
O vereador Cláudio José Pasqualeto fez os contatos com a assessoria do general ao longo do primeiro semestre para agendar a visita e anunciou que com apoio do prefeito Juliano Bertolini, vice Moisés de Lima e vereadores vai programar uma homenagem ao militar. Em data futura ele poderá ser agraciado com a Comenda Cidade Milagre.  
O general Juarez retorna a Brasília nesta quinta-feira. 





Reportagem da TV  Fronteira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ANÔNIMO COVARDE AQUI NÃO TEM VEZ.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.