FARMAIS DE DRACENA

quinta-feira, 6 de julho de 2017

ALUNOS DE MEDICINA COLHEM BONS RESULTADOS NOS ESFS

Os alunos do 1º termo do curso de Medicina da Faculdade Unifadra/Fundec encerram positivamente, na última semana, o ciclo do primeiro semestre da atividade de IESC (Interação de Ensino, Saúde e Comunidade). As atividades contemplaram atendimentos a pacientes de ESFs (Estratégias Saúde das Famílias) dos municípios de Dracena e Junqueirópolis.
O objetivo é inserir o aluno nas atividades de atenção à saúde na comunidade, com foco na prevenção e promoção em saúde. Os acadêmicos fizeram visitas domiciliares para 132 famílias cadastradas em ESFs de Dracena e Junqueirópolis acompanhados pelos preceptores da Unifadra e pelos agentes comunitários de saúde, desenvolvendo habilidades interpessoais que os possibilitam trabalhar em equipe interdisciplinar e multiprofissional, bem como uma reflexão sobre os principais problemas de saúde da comunidade.
Durante os atendimentos domiciliares, os alunos fizeram exames físicos nos pacientes, anamnese, aferição de pressão. Também conversaram e conheceram os atendidos para levantar suas necessidades de saúde e encaminhá-los para a UBS quando necessário.
Segundo uma das professoras responsáveis pela atividade, Eunice Nelli, essa ação é inédita na região e nos currículos de Medicina. "A atividade enriquece e aproxima o aluno da sua realidade profissional, ajudando na sua capacidade de raciocínio clínico diante das situações. Ela também contempla as diretrizes de formação profissional generalista e humanista", destacou Nelli.
O aluno de Medicina da Unifadra/Fundec Vitor Augusto de Oliveira Mattara participou da IESC e destacou que estar em campo nessa prática lhe dá uma recompensadora demonstração de gratidão dos indivíduos carentes atendidos. "Já nos primórdios do curso consigo ter a clara percepção de que não basta somente o conhecimento da Medicina para a prática da profissão, tudo deve estar ligado ao carinho, escuta, tempo e atenção depositados no paciente", completou o jovem.
Taís Cristina Polidoro, também aluna de Medicina da Unifadra/Fundec, destacou que durante a IESC pôde conhecer de perto o funcionamento das ESFs. "O projeto pode parecer um pouco ousado para quem vê de fora, pois não temos experiência como médicos. No entanto, com o auxílio das aulas e orientação de nossos preceptores, pude perceber o quanto posso acrescentar à vida dessas pessoas, e o quanto elas acrescentam na minha vida acadêmica e pessoal", finalizou Polidoro.
Segundo Eunice Nelli, as atividades de IESC serão retomadas no segundo semestre dos alunos do 1º termo do curso de Medicina, atendendo famílias da comunidade com o monitoramento dos preceptores. Nelli ressaltou que os alunos estudam pela metodologia ativa do processo de ensino-aprendizagem e que a estrutura é baseada em equipes, sempre com feedbacks constantes, o que permite um aprendizado significativo, com avaliação voltada à melhoria do desempenho. Ass. Imprensa/Fundec.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

ANÔNIMO COVARDE AQUI NÃO TEM VEZ.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.