FARMAIS DE DRACENA

sábado, 24 de junho de 2017

ACUSADOS DE FURTOS EM DRACENA ESTÁ PRESO

A Polícia Civil, por intermédio das Delegacias Especializas (Dig/Dise/Goe/Cip), prendeu nesta sexta-feira, no Jardim Brasilândia, um pintor de paredes, de 33 anos, sob a acusação de ter praticado furto qualificado pela manhã numa residência localizada no Jardim das Palmeiras II.
A prisão foi resultado do trabalho desencadeado por policiais civis das Unidades Especializadas, que vinham investigando um furto de uma bicicleta, e que durante as diligências obtiveram imagens de câmeras de circuito de segurança que filmou a ação de um suspeito indo encher o pneu de uma bike num posto de combustíveis. O suspeito foi identificado como sendo o pintor de paredes, o que fez com que os policiais civis procedessem diligências no Jardim Brasilândia, onde o até então suspeito mora.    
Na residência estava o pintor e sua genitora, que o reconheceu nas filmagens apresentadas, autorizando a realização de busca no interior da casa, e inclusive indicando as roupas com que o filho aparece na imagem. Ainda, durante ação de busca outros objetos foram encontrados e indagado sobre as origens daqueles materiais o pintor confessou eram furtados, e que bicicleta flagrada nas imagens das câmeras de vigilâncias ele já havia trocado por drogas.
Conduzindo à sede das Unidades Especializadas, ele confirmou que os objetos encontrados em sua residência eram produtos de um furto realizado, ainda, na manhã desta sexta-feira (23), em uma casa localizada no Palmeiras II, informando que conseguiu acessar o telhado da residência furtada onde teria descido e arrombado a porta da cozinha do imóvel, subtraído os objetos. A vítima que não estava na residência furtada foi avisada e comunicada pela Polícia Civil a comparecer a delegacia para registro da ocorrência e reconhecer os objetos encontrados.
O pintor também confessou, com riqueza detalhes, ser ele autor de outros 10 furtos praticados, que em sua maioria foram praticados mediante arrombamento de portas ou janelas de vidro temperado, ocorridos em residências e estabelecimentos comerciais de Dracena. Segundo, o acusado, os objetos dos furtos praticados haviam sidos trocados por pedras de crack.
O pintor acabou preso e autuado em flagrante delito pelo crime furto qualificado praticado nesta sexta-feira. Ele possuía antecedes criminais pela prática do mesmo delito, por sete vezes, e havia recebido o benefício de liberdade condicional em junho do ano passado. Terminados os procedimentos flagrânciais o pintor foi encaminhado à unidade prisional. A Polícia Civil também representou pelo pedido de prisão preventiva do autor, a fim de manter a segregação cautelar para que ele não volte a delinquir.  





Nenhum comentário:

Postar um comentário

ANÔNIMO COVARDE AQUI NÃO TEM VEZ.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.