FARMAIS DE DRACENA

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

PREFEITURA ALCANÇA ECONOMIA NAS LICITAÇÕES

Foi finalizado com sucesso o primeiro processo licitatório global para as Secretarias de Educação, Saúde e Higiene Pública e Assistência e Desenvolvimento Social realizado pela Prefeitura de Dracena em 2017.
Com um total de 148 itens, a licitação contou com a participação de empresas da região e, em especial, de Dracena, cidade que representou 80% dos fornecedores com o melhor preço das mercadorias.
“É uma satisfação ter 80% das empresas vencedoras da licitação sediadas em Dracena”, salientou o prefeito Juliano Bertolini. “Com isso, a cidade ganha duas vezes, primeiro porque o dinheiro fica no comércio do município e segundo porque essas empresas recolhem impostos aqui, fazendo com que uma parcela desses valores retorne aos cofres da prefeitura”.
 Chamou a atenção nesse processo licitatório global, em contrapartida ao sistema fracionado usado em 2016, foi a grande redução nos valores unitários dos produtos. Em média, a queda foi de 112%, mas há casos em que o percentual pago anteriormente (2016) obteve uma redução de 595% este ano (2017), como no caso da embalagem de sete (07) gramas da folha de louro, comprado naquela oportunidade (2016) por R$ 4,70 e agora por R$ 0,79.
Há ainda outros produtos que apresentaram sensível queda, como o queijo ralado (pacote de 50 g) com 397%, o pacote com 12 unidades de 5 g de tempero pronto com 386%, o quilo da cebola com 373%, o quilo da batata com 319%, o sal iodado (pacote de 01 kg) com 288%, a embalagem de maionese (500 g) com 264%, o quilo do carne bovina corte americano com 247%, o frasco de azeite de oliva extra virgem (500 ml) com 236%, o quilo do pernil de porco sem osso com 232%, o pote (01 kg) de alho puro picado com 217%, a peça de apresuntado (kg) com 212% e o feijão carioquinha (kg) com redução de 206%.
“A diferença é brutal. Todos os produtos da atual licitação têm preço inferior ao contrato de 2016, mesmo com a inflação oficial (IPCA) em 6,29%”, declarou Bertolini. “Essa redução é fruto do trabalho sério de toda a equipe de licitação e nossa opção em fazer administrativamente a escolha pela transparência por meio do sistema global. Quem ganha com isso é a população, pois o montante que deixamos de gastar poderá ser reinvestido”, concluiu o prefeito. Ass. Comunicação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ANÔNIMO COVARDE AQUI NÃO TEM VEZ.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.