FARMAIS DE DRACENA

domingo, 28 de abril de 2013

COMISSÃO APROVA AFASTAMENTO IMEDIATO DE AGENTE PÚBLICO QUE FOR PRESO EM FLAGRANTE

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara Federal  aprovou o Projeto de Lei 2859/11, do deputado Rubens Bueno (PPS-PR), que determina o afastamento imediato do agente público preso em flagrante ou colocado sob prisão preventiva ou temporária. A proposta abrange desde o funcionário público comum até administradores como prefeitos e secretários municipais.
O projeto, que acrescenta artigo ao Código de Processo Penal (Decreto-Lei 3.689/41), prevê também a imediata substituição do agente afastado por seu substituto legal, quando houver.
O relator na comissão, deputado Policarpo (PT-DF), defendeu a aprovação da proposta. Ele argumentou que a prisão de um agente público, embora não represente uma condenação prévia, “causa grandes embaraços ao exercício pleno das funções públicas a ele atribuídas”.
A proposta, que tramita em caráter conclusivo, será analisada ainda pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ). A informação é do site da Câmara Federal. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, identificando seu nome.