FARMAIS DE DRACENA

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

BASTIDORES DA NOTÍCIA 31 DE OUTUBRO

TERMINOU O MÊS

Chega ao fim o mês de outubro, que foi marcado pelas eleições municipais e pela elaboração do orçamento de 2013. No penúltimo período do ano haverá a preparação do orçamento para votação na Câmara. Quando ao prefeito eleito, espera-se a apresentação oficial dos primeiros nomes do secretariado. Daqui a dois meses ocorrem as cerimônias de posse.

CALOR GIGANTE

Na Capital, não fazia tanto calor em outubro há 69 anos. Por aqui não chega a tanto, pois a cidade é de 1945. Pode-se dizer que é o maior calor da história de Dracena em outubro. E nada de chuva.

POLÊMICAS NO AR

O Programa Cidade Alerta da Rádio Regional continua debatendo dois pontos do orçamento de 2013: a construção de pontilhão no valor de R$ 1 milhão e a Biblioteca Municipal de R$ 360 mil na Praça Arthur Pagnozzi. Dê a sua opinião. O prefeito eleito dará ou não sequência aos convênios?

BOBAGEM DO MÊS

Não sei como tem gente que perde tempo com boatos e ainda mais sobre a passagem da Emdaep para a Sabesp. As pessoas deveriam ser preocupar mais, por exemplo, com o orçamento de 2013. Só havia cinco pessoas na audiência pública. Da futura Câmara só estava o Milton Polon. E do futuro governo compareceu a vice-prefeita Célia Brandani. Os demais não se interessaram pelo assunto. Nem a imprensa.

PEDRO NO SINDICATO

O vereador Pedro Trabuco já declarou que pretende comandar o Sindicato dos Servidores Municipais a partir de 2014. Consta que Didi não mais concorrerá à presidência. Pedro está preocupado com a situação da chácara do sindicato e debate a tomada de algumas medidas de imediato. Ele é o atual vice-presidente. Não houve comemoração do Dia do Servidor Público.

GRUPO FORMADO

Os seis vereadores tidos como de oposição na futura Câmara já contam com apoio de um da situação para compor o grupo que escolherá o próximo presidente do Legislativo. Isso está acertado.

PRESSÃO DE TODOS OS LADOS

Tem gente pressionando para conseguir algum carguinho no futuro governo. Há aqueles atuais ainda que lançam abaixo-assinados para continuar nas suas funções. O prefeito eleito tem que bater na mesa e apontar que ele tem que escolher e não os outros ficarem se oferecendo.

CLÁUDIO JOSÉ

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ANÔNIMO COVARDE AQUI NÃO TEM VEZ.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.